Era da computação em nuvem: o caminho para chegar na cloud - Blog - iamit

Muito se fala sobre os benefícios de migrar para a nuvem e porque tantas empresas estão escolhendo esse caminho. No entanto, para aproveitar todos os benefícios da cloud computing, uma empresa precisa planejar essa mudança.

A migração para cloud representa uma transformação de diversos processos e vai afetar hardwares, softwares, usuários e gestores. O caminho para chegar na cloud com certeza não será percorrido em apenas alguns dias, e vai demandar um esforço coordenado de todo o time.

Você acha que chegou a hora do seu negócio embarcar na cloud computing? Veja alguns pontos que você precisa considerar para que a sua empresa entre na era da computação em nuvem com sucesso!

Estratégia de migração para nuvem

A primeira etapa envolve uma avaliação completa das demandas e necessidades específicas do seu negócio. Dependendo da área de atuação da empresa, da criticidade dos processos executados e de outros fatores, diferentes soluções de nuvem podem ser escolhidas para servir à empresa. Uma boa estratégia de migração para a nuvem envolve itens como:

  • listagem de profissionais envolvidos e responsabilidades de cada um;
  • avaliação da infraestrutura atual e levantamento de quais aplicativos, softwares e dados podem ser migrados;
  • definição de novos processos baseados na nuvem;
  • escolha entre os tipos de nuvem disponíveis (pública, privada ou híbrida), e entre os modelos de contratação (SaaS, PaaS e IaaS);
  • pré-requisitos de segurança e estratégia para garantir a proteção dos dados na nuvem;
  • planejamento dos investimentos a serem realizados;
  • escolha do provedor;
  • plano de migração, etapas e prazos de execução.

Enfim, a criação do plano de migração para a nuvem é uma tarefa não apenas da TI, mas também de outros agentes do negócio. Cada setor deve ter um colaborador responsável para apontar as necessidades específicas dos processos e rotinas realizados.

Jornada para a cloud

Depois de elaborar a estratégia, é hora de fazer a migração para a nuvem em si. A jornada para a cloud deve ser feita preferencialmente em etapas. Os processos e dados não críticos devem ser migrados primeiro, de forma que os usuários e gestores possam ganhar experiência e se acostumarem com as novas ferramentas.

Após a configuração dos ambientes de nuvem, os dados e conexões podem ser provisionados e testados, fazendo os ajustes necessários. Aqui, não podemos esquecer de treinar os usuários para os novos processos e ferramentas.

Ao longo do percurso, podem ser necessários ajustes no planejamento realizado, mas se a estratégia foi pensada com cuidado, a mudança para a nuvem não deve trazer grandes surpresas. Uma vez realizada a migração, é hora de colocar a gestão de cloud em prática para que os sistemas de cloud tenham desempenho máximo.

Gestão de cloud

Por fim, é hora de aplicar a gestão de cloud para que suas aplicações em nuvem tenham performance cada vez melhor. Ao fazer a gestão de cloud, a empresa passa a ter um controle centralizado de todos os sistemas e informações armazenadas na nuvem. A gestão de cloud geralmente envolve, por exemplo:

  • uma plataforma centralizada para gestão de atualizações e manutenções;
  • acompanhamento do volume de dados e tráfego nos diversos sistemas em nuvem;
  • monitoramento da segurança da informação;
  • controle de bancos de dados e redes para que cada usuário acesse apenas os sistemas e dados para os quais está autorizado;
  • suporte aos usuários e gestão de erros;
  • plano de resposta para incidentes e indisponibilidades;
  • monitoramento de licenças;
  • relatórios sobre disponibilidade dos diversos sistemas.

Em poucas palavras, a gestão de cloud promove a melhoria contínua dos sistemas e garante que gargalos e falhas sejam descobertos, documentados e corrigidos. Ao manter índices de performance e históricos de desempenho, o negócio saberá exatamente onde precisa melhorar e qual o retorno dos investimentos realizados.

Como vimos, a mudança para a nuvem não começa com a troca de sistemas em si. Primeiro, é necessário realizar uma avaliação da infraestrutura e dos processos atuais e planejar uma estratégia de cloud. Com o envolvimento de toda a equipe, é possível fazer a mudança e implementar a cloud computing de forma gradativa no dia a dia da empresa.

Depois de executar o que foi planejado e completar a jornada para a cloud, é hora de implementar modelos de gestão para controlar a segurança, os custos e a performance da cloud. O caminho para chegar na cloud e fazer a gestão dela não é simples, mas com planejamento e os profissionais certos, sua empresa conseguirá extrair o melhor da tecnologia!

Compartilhe esse artigo:
comments powered by Disqus