Conheça os tipos de Nuvem - Blog - iamit

Conheça os tipos de Nuvem

Nuvem em ambientes públicos e privados

O que é a nuvem pública?

Os serviços de cloud computing executados em ambientes públicos estão entre os mais populares do mercado. É o caso de ferramentas famosas como algumas da Microsoft e serviços de hospedagem , nas quais um único servidor é acessado por vários usuários ao mesmo tempo. Esse fator terá um impacto decisivo na forma como esse tipo de solução funciona.

A contração de recursos computacionais que são executados na nuvem pública, em alguns casos, possui custos reduzidos quando comparamos com as plataformas de nuvem privada ou híbrida. Isso só é possível por se tratar de um serviço cujos custos de manutenção e cuja atualização de equipamentos são rateados entre várias pessoas.

No entanto, o baixo preço desse tipo de solução, em muitos casos, vem acompanhado de um controle menor de como os servidores são configurados, assim como as políticas de dados e privacidade.

Esse é um detalhe que, muitas vezes, é visto como um fator que influencia negativamente na segurança das plataformas de cloud computing público. Entretanto, os sistemas modernos fazem uso de protocolos de segurança e controle de acesso de alta performance. Garantindo que, ainda que uma conta seja comprometida, outros usuários não terão a sua privacidade afetada.

O que é nuvem privada?

A nuvem privada é um modelo de cloud computing voltado para empresas que precisam de um alto controle sobre a gestão de sua infraestrutura de TI. Os recursos e as rotinas de gestão passam a ser controlados por um único agente (em geral, a corporação que vai atuar na gestão dos serviços de nuvem). Esse é um dos principais fatores que influenciam os custos de manutenção e os usos tradicionais da nuvem privada.

O private cloud tende a ter um custo de contratação e de manutenção a médio e a longo prazo maior, por ser mantido por uma única empresa. Nesse sentido, será a própria companhia responsável por definir políticas de gestão, segurança, monitoramento e privacidade. Da mesma forma, caso algum equipamento deixe de funcionar ou uma queda ocorra, serão os técnicos e analistas internos responsáveis por restaurar os recursos.
Essas plataformas, como citamos anteriormente, são utilizadas principalmente por operações que trabalham com dados de alto valor. Esse é o caso de bancos, grandes plataformas de e-commerce ou empresas que processam dados de parceiros comerciais e clientes localmente. Como maior controle de recursos, será possível isolar com mais facilidade todas as informações privadas.

Em muitos casos, o empreendimento pode ter dificuldades para encontrar no mercado uma solução que se adapte às suas necessidades (seja por fatores de segurança, hardware ou software). Nesses casos, o gestor de TI pode investir na nuvem para obter uma ferramenta alinhada com as necessidades do negócio.

O que é nuvem híbrida?

A nuvem híbrida é um modelo de gestão de cloud computing que mescla características da computação na nuvem em ambientes privados e públicos. A empresa pode armazenar dados de maior valor em uma nuvem privada e compartilhar informações e sistemas com parceiros estratégicos por meio do public cloud.

Se bem implementada a nuvem híbrida, consegue atender uma grande gama de setores. Ela poderá se adaptar facilmente a processos que lidam com dados privados e de alto valor sem comprometer a capacidade de atuação de profissionais. Consequentemente, registros de transações financeiras, sistemas de gestão e projetos internos poderão ser acessados com mais segurança e confiabilidade.
Já as soluções e serviços que dependem da nuvem podem ser mantidas com alta performance, escalabilidade e disponibilidade. Ainda que o seu custo de contratação possa ser mais elevado quando comparado com a nuvem pública, o hybrid cloud consegue manter todos os fatores que tornam essa plataforma de serviços poderosa e versátil.

Podemos dizer que a nuvem híbrida é um dos modelos de plataforma de cloud computing com maior compatibilidade ao ambiente corporativo. Ferramentas serão executadas com maior escalabilidade ao mesmo tempo em que a segurança e privacidade de usuários será mantida intacta. Dessa forma, ambientes mutáveis e com a exigência de mais recursos podem ser mais eficientes e com um custo operacional menor.

Qual é o tipo de armazenamento correto para o meu negócio?

A definição do tipo de plataforma de armazenamento que será utilizado pela empresa depende de diversos fatores. Alguns já foram citados brevemente acima e, junto com outros, podem auxiliar o gestor a avaliar uma opção que esteja alinhada com as suas necessidades e que possua um alto retorno a médio e a longo prazo.

Avaliar as necessidades do negócio é um dos primeiros passos para identificar qual tipo de cloud storage será mais adequado para a empresa. Se a empresa possui uma grande necessidade de executar serviços personalizados, por exemplo, a nuvem privada pode ser uma boa opção. O mesmo vale para negócios que pretendem ter o máximo de opções de privacidade e segurança por lidarem com dados de alto valor.

Há os casos dos empreendimentos que necessitam de uma plataforma que mescle tanto características da nuvem privada quanto da pública. Em cenários nos quais as empresas buscam um alto controle sobre as suas informações privadas e, ao mesmo tempo, necessitam compartilhar o acesso a dados e serviços estratégicos com parceiros comerciais, a nuvem híbrida é a melhor escolha. Com ela será possível definir uma estratégia versátil, que permita a execução de ferramentas escaláveis, ao mesmo tempo em que a privacidade do usuário será respeitada.

Em algumas empresas, no entanto, a maior preocupação são os custos de contratação e manutenção a médio e a longo prazo. Nessa situação, a nuvem pública pode ser a escolha ideal, uma vez que a empresa conseguirá definir uma estratégia operacional com foco na performance e na facilidade de escalar serviços e de manter dados sob controle. Vale destacar que a nuvem pública pode ser utilizada por empreendimentos que não possuem uma grande necessidade de executar serviços em ambientes com alto nível de personalização.

Em todos os casos, devemos frisar que todas as plataformas de computação na nuvem possuem um nível elevado de segurança e privacidade. Até mesmo os serviços de public cloud (como é o caso do Dropbox) são capazes de fornecer um nível elevado de proteção contra ataques e fraudes.

Nesse sentido, tais ferramentas se diferenciam, principalmente, pelo custo médio de contratação, poder de controle fornecido ao usuário e forma de gestão dos recursos. Diante disso, os responsáveis pela escolha da plataforma de cloud computing devem sempre ter em mente que esses são os fatores de maior importância na escolha da solução adequada às necessidades do negócio.

Conheça o Microsoft Hybrid Cloud Solution: 

 

Compartilhe esse artigo:
comments powered by Disqus