A importância da auditoria de governança de TI - Blog - iamit

A governança de TI ajuda muitas empresas a atingirem seu ápice de eficiência, alinhando processos com a visão estratégica do negócio. Porém, alcançar esse patamar de desempenho ainda é um grande desafio no mercado.

Afinal, o que está faltando para que as empresas evoluam nesse quesito? Talvez, a reavaliação constante do seu trato com o setor de TI e os critérios que regem a governança nessa área.

Nesse caso, o primeiro fato que gestores e empresários devem se atentar é que: a relação da TI com outros setores da empresa mudou muito nos últimos anos.

Antes, víamos a TI como um mero setor-instrumento, facilitador de atividades operacionais. No entanto, agora, ela é um verdadeiro diferencial estratégico para as companhias. Um ativo importante, que contribui para melhores resultados e para o crescimento do negócio.

Não por menos, o planejamento estratégico “comum” nas empresas já não parte exclusivamente de CEOs, diretores e gerentes, por exemplo. Ao contrário, segundo estudo da Gartner, ela é baseada na estratégia de negócios da TI.

Por quê?

A modernização e a avalanche digital dos setores obrigaram a área de TI a passar por uma escalada — e seus gestores a serem mais do que apenas suporte. Atualmente, eles devem ser mais atuantes dentro do aspecto estratégico do negócio.

Foi aí que o conceito de governança de TI nasceu: aproveitar o potencial tecnológico da empresa para obter maior capacidade de ação. Com o planejamento correto e a integração dos setores à área de TI, é possível alcançar as metas e identificar pontos de melhoria dentro de toda a operação.

Porém, esse é um processo complicado e repleto de camadas. Uma ideia, ação ou execução errada pode desestabilizar toda estratégia e levar a empresa para um caminho um tanto caótico, de retrabalhos e dores de cabeça para os gestores.

A governança de TI é uma excelente forma de gestão, mas acima de tudo, precisa de auditoria para que continue trazendo os melhores resultados.

Governança de TI: o que é?

“Gestão” é uma palavra complicada. Essencialmente é profunda, cheia de aplicações.

Ela diz respeito ao modus operandi da empresa, mas também à filosofia por trás disso. Trata-se de quais objetivos a sua empresa traçou e de como ela vai agir para alcançá-los.

É por isso que no ambiente corporativo, a gestão é tão importante e pode mudar tanto de empresa para empresa.

A governança de TI é um tipo de gestão. Seu objetivo é alinhar o setor tecnológico da empresa com as metas estratégicas definidas, utilizando de todo seu potencial para alcançá-las.

Ou seja, na governança de TI, os objetivos da empresa guiam as ações de todo o setor. Regras, políticas, ferramentas tecnológicas e processos devem servir à uma estratégia definida da organização.

Como a governança de TI auxilia os negócios

De forma escalável, a governança de TI busca alinhar a empresa com os passos da transformação digital, inovação, melhorias, possibilidade de novos investimentos. Toda a estratégia é realizada através dos ativos tecnológicas disponíveis.

Assim, todas as equipes terão condições de melhorar seu desempenho com uso de ferramentas digitais que apresentam muito mais profundidade que apenas o uso operacional, além de maior segurança e precisão na utilização dos recursos disponíveis.

Além disso, com um PDTI (Plano Diretor de Tecnologia e Informação, documento que detalha as ações práticas de TI a serem tomadas para que a empresa esteja de acordo com a estratégia de governança) em mãos, a empresa já pode concretizar sua nova forma de gestão. 

O PDTI é uma ferramenta que auxilia a organização a formular a sua estratégia de TI, além de explicar como o setor ajudará o negócio a ser bem-sucedido. Para isso, ele descreve todas as áreas nas quais a TI poderá contribuir e os setores que podem ter vantagens operacionais ao fazer o melhor uso dos recursos de tecnologia.

Com ele, cada ação deve prezar pelo alinhamento estratégico da empresa e buscar melhorias em toda a operação, agregando valor a cada processo.

Com a utilização de ferramentas digitais, é possível realizar uma mensuração de desempenho completa, que dá uma visão ampla da efetividade de cada equipe, além de insights valiosos de como otimizar os processos.

Auditoria: essencial para a governança de TI

A auditoria é um processo crucial para o sucesso da governança de TI.

Como a estratégia de gestão é tão comprometida com os objetivos da empresa, é preciso assegurar que os processos e ações tomadas estejam de fato seguindo esse caminho.

Dessa forma, realizar a auditoria recorrente em cima da sua governança de TI tende a tornar a medida ainda mais eficiente.

Destrinchando os processos gerenciais, a equipe de auditoria será capaz de entender como os procedimentos estão sendo tocados, qual o mindset por trás de cada execução e se o setor de TI possui comprometimento necessário com o que foi definido pela diretoria.

Além disso, uma auditoria trabalha pontos essenciais referentes a como a empresa está lidando com a Segurança da Informação, tema tão importante (e urgente) no mercado atual.

Seguindo padrões e regulamentações internacionais, como a ISO 20000, o processo de auditoria é realizado seguindo alguns passos principais. Dessa forma, ele se estende por toda gestão:

  • Avaliação de processos

Toda rotina de atividades e o planejamento serão observados, identificando se há ou não um uso inteligente de recursos. O objetivo é buscar falhas, brechas e pontos de melhoria, além de entender como os processos da TI estão interligados com o restante da empresa.

  • Análise das informações

Com os pontos relevantes em mãos, a equipe de auditoria da governança de TI poderá sugerir ações e estratégias de mudança para que a empresa siga no caminho correto. 

  • Identificação de benefícios

Agora, a equipe de auditoria também pode sugerir recursos inovadores para serem aplicados à operação. Normalmente, tais ferramentas otimizam alguma parte do trabalho, beneficiando a empresa em relação à custos e qualidade do serviço.

Dessa forma, sua empresa acerta precisamente na estratégia de governança de TI e passa a ser reconhecida pelo mercado, clientes e parceiros.

É uma forma de se utilizar da tecnologia e seus recursos para promover uma gestão transparente, moderna e que compactue com o crescimento escalável do negócio.

Para mais conteúdos sobre TI e o mundo da tecnologia, continue de olho em nosso blog ou marque uma reunião para saber como podemos fazer para ajudá-lo com a auditoria de sua área de tecnologia.

 

Compartilhe esse artigo:
comments powered by Disqus